Make your own free website on Tripod.com
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

 

Escola SabatinaIndo fundo nas entrelinhas...

 

Lição 1

Lição 2

Lição 3

Lição 4

Lição 5

Lição 6

Lição 7

Lição 8

Lição 9

Lição 10

Lição 11

Lição 12

Lição 13

 
By Ministério Estudando a Bíblia

ATUALIZADO EM 14/04/2006

LIÇÃO  03 - 08 A 15 DE ABRIL

Jesus e o Espírito Santo

 

OBS: A Lição Oficial está em VERDE e as respostas e comentários estão em BRANCO.

SÁBADO à TARDE, 08 de abril                                              Ano Bíblico: II Sam 20 e 21

 

VERSO PARA MEMORIZAR: "Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a Sua sombra; por isso, também o Ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus" (Lucas 1:35).

 

NOTA Escola Sabatina: O próprio verso nos diz que o espírito Santo (João 4:24), em poder, conceberia a forma humana do Filho de DEUS!

LEITURAS DA SEMANA: Gên. 1:2; Jó 33:4; Mat. 1:18-20; 3:16 e 17; Lucas 1:35; João 3:3-8 e 34; Rom. 8:11; Heb. 9:14

O Espírito Santo esteve envolvido na encarnação de Jesus e Sua vinda à Terra. Jesus foi concebido por Maria pelo poder do Espírito. Antes de entrar em Seu ministério público, Jesus foi dotado do Espírito, que, no batismo, desceu sobre Ele em forma de pomba. Logo depois do batismo, o Espírito O levou ao deserto.

NOTA Escola Sabatina: Quem é o VERDADEIRO "pai" de Jesus? Jesus já não era FILHO antes do Seu ministério terrestre? Lemos Paulo: ...e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. A Glória do Senhor mudaram para uma ave (pomba - Deut 6:12, 15-18) e ainda atribuem à esta ave a paternidade do Filho de DEUS!

Ao longo de todo o Seu ministério, Jesus foi conduzido pelo Espírito.

Ele Se comprometeu sem reservas com o cumprimento da vontade do Pai, conforme se desvendava a Ele nas Escrituras Sagradas e pelas sugestões do Espírito*1. Ele submeteu Suas próprias inclinações. Não tinha maior desejo de morrer com a idade de 33 anos do que você ou eu. De fato, Ele implorou ao Seu Pai para afastar aquele cálice, se possível. Mas preferiu morrer aos 33 anos a contrariar a vontade de Seu Pai. Não insistiu em seguir Seu próprio caminho, embora pudesse facilmente fugir à morte.

NOTA Escola Sabatina *1: Provas escriturísticas de que Jesus seguia a Vontade do Pai, temos, e muitas... mas onde está a prova bíblica de que Jesus era sugestionado pelo espírito?

Sua obra, Seu ministério e Seus milagres foram realizados, assim como devem ser os nossos, pela direção do Espírito Santo.

NOTA Escola Sabatina: Esqueceram-se da oração do Pai nosso? Mat 6:13.

 

DOMINGO, 9 de abril                                                                  Ano Bíblico: II Sam. 22-24

Nascimento miraculoso

1. No nascimento de Jesus em forma humana, que papel teve o Espírito Santo? Mat 1:18-20; Luc 1:35.

NOTA Escola Sabatina: A mais importante conceber em Maria, o Messias (Luc 1:38). No entanto, devemos entender quem é este espírito, o Santo? Lembre-se que o VERDADEIRO pecado contra o espírito Santo é atribuir a sua obra à um terceiro ente (satanás?)! Uma obra de DEUS, o Pai, à um terceiro deus? I Cor 8:5, 6.

Se existe na Bíblia algum texto que mostre os limites da ciência, da lógica e da experiência humana para explicar as grandes verdades de Deus, estes dois versos devem estar no topo. Já é surpreendente que uma mulher fosse engravidada pelo Espírito Santo. Que ela fosse virgem (Mat 1:23) torna o milagre ainda mais espantoso*1. Ao longo da história da igreja, houve pessoas tentando todos os tipos de explicações para o nascimento de Jesus, diferentemente do que os textos dizem. Os que limitam o que crêem só ao que seus sentidos podem lhes dizer, ao que a experiência passada lhes mostrou ou ao que a ciência moderna pode lhes explicar, terão muita dificuldade com estes textos e as grandes verdades que contêm. Mas os que confiam no poder de Deus (Luc. 1:37; Heb. 11:6) e na verdade da Palavra de Deus (II Tim. 3:16) podem aceitar os textos pelo que dizem, não importa quão pouco entendamos os processos por trás da verdade ali revelada. Afinal, o justo viverá pela fé (Heb. 10:38), e o que é fé se não a crença naquilo que não podemos entender completamente? Quem pode entender completamente que uma mulher humana e pecaminosa*2 pudesse conceber em seu ventre o Filho de Deus?

NOTA Escola Sabatina *1: Eis ai a Imaculada Conceição dos Adventistas!!! Deveriam apenas dar ênfase ao fato de ela ter SIDO virgem (conceber sendo virgem - Luc 1:34) e não nos apresentá-la como se AINDA fosse virgem... Seria mais um vício católico apenas do nosso tradutor oficial da lição?

OBS: Para se ter uma segunda pessoa da trindade, os da IASD tem que "vender" uma Maria pura e imaculada pois só assim não contaminaria o Jesus, homem, com a pecaminosidade da raça humana... Dai inventam o tal de "morreu a parte humana e a parte divina, não! E, vão mais além: Jesus nasceu com a natureza humana que Adão tinha antes da queda... Um erro puxa outro!!!

NOTA Escola Sabatina *2: Estariam aqui admitindo o pós-lapsarianismo? Que lapso em pastor, uma vez que a igreja, para comprovar a trindade ensina que a natureza de Jesus, após o Seu nascimento (virginal?) seria a mesma que Adão tinha antes de pecar? Note que se a Sua natureza fosse pré-lapsariana, Jesus não poderia JAMAIS pecar e então não poderia ser o exemplo a seguir...

2. Que outras indicações temos sobre o poder do Espírito Santo em sentido semelhante ao da gravidez de Maria e do nascimento de Jesus? Gên 1:2; Jó 33:4; João 3:3-8; Rom. 8:11.

NOTA Escola Sabatina: Estão tentando nos induzir a crer que se temos vida a devemos ao terceiro deus - Rom 4:17? Sabemos que DEUS nos criou, através da Sua Palavra (Jesus) e que Jesus foi ressuscitado pelo Pai, isto comprovado por dezenas de passagens bíblicas, a exemplo de Atos 10:40. Mas falando em Romanos 8, o vs 34 nos dá um bom resumo das nossas crenças; vamos ler: ...Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós... e em Romanos 10:9 temos: Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus O ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Ainda crês em um terceiro deus vivificante? Então leia mais esta passagem: João 5:21 Pois assim como o Pai ressuscita e vivifica os mortos, assim também o Filho vivifica aqueles a quem quer.

Por mais insondável que seja a encarnação de Jesus, não é difícil entender por que o Espírito Santo, que faz parte da Divindade, seria o agente executivo. Quem mais, a não ser Deus*1, poderia operar esse milagre? É difícil imaginar um anjo, ou qualquer ser inferior ou criado, como agente causativo desse ato incrível.

NOTA Escola Sabatina *1: "ser Deus" ou "um deus"? Lembre-se de Mat 12:31... Perguntamos: Jesus deixou de ser o Verbo?

Que outras coisas no mundo natural você crê serem verdadeiras mas não entende completamente? Como esses exemplos o ajudam a perceber que existem coisas em sua fé nas quais você pode crer, mas que não entende?

 

NOTA Escola Sabatina: Mat 13:11 Respondeu-lhes Jesus: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado; e complementa: 15 Porque o coração deste povo se endureceu, e com os ouvidos ouviram tardamente, e fecharam os olhos, para que não vejam com os olhos, nem ouçam com os ouvidos, nem entendam com o coração, nem se convertam, e eu os cure... 19 A todo o que ouve a palavra do reino e não a entende, vem o Maligno e arrebata o que lhe foi semeado no coração; este é o que foi semeado à beira do caminho...

 

 

SEGUNDA-FEIRA, 10 de abril                                                   Ano Bíblico: I Reis 1 e 2

Ungido pelo Espírito

3. Qual foi o papel do Espírito no ministério de Cristo? Mat 3:16 e 17; Mar 1:10; Luc 3:21 e 22; João 1:32-34.

NOTA Escola Sabatina: O ministério de Jesus durou três anos e meio e o autor da lição só achou quatro passagens que fala do "papel do espírito" em Seu ministério? E,ainda as quatro referem-se ao mesmo fato narrado pelos quatro evangelistas! Em realidade a presença corpórea de DEUS, o pai de Jesus foi vista em SEMELHANÇA de uma pomba... Símbolo este altamente perigoso em se atribuir pois quebra um alerta dado por Jesus à Moisés (Deut 4:15-18). Jesus, em sua onisciência já alertara sobre este perigo em se criar uma terceira divindade, ou até mais (a luz menor)!

Embora fosse o Filho imaculado de Deus*1, aquele que estava com Deus desde a eternidade (João 1:1-3), em Sua manifestação humana, Jesus dependia totalmente do trabalho do Espírito*2 em Sua vida. Isto é, na humanidade, Ele Se permitiu ser guiado e fortalecido pelo Espírito Santo*3.

NOTA Escola Sabatina: Provas bíblicas - aguardando!!! Jesus era sim dependente do SEU Pai e não de uma terceira entidade...João 5:19 Então, lhes falou Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que o Filho nada pode fazer de si mesmo, senão somente aquilo que vir fazer o Pai; porque tudo o que este fizer, o Filho também semelhantemente o faz.

COLABORADOR:

*1 - Essa afirmação condiz com o ministério de Cristo, que sempre foi chamado de filho de Deus. Ele próprio afirmou isto, pois de fato fora gerado de Deus, antes da existência de qualquer coisa ou mesmo do tempo. Vide Provérbios 08:25.

*2 - Jesus é o espírito (veja Isaías 40:13; Romanos 11:34 e I Cor 02:16)  e Jesus dependia completamente o do pai (João 15:01- João 10:18-29).

*3 - Jesus foi guiado por Deus o pai (João 14:21-23), um ser espiritual (João 04:24).

Misael

Agora, note que, nesta cena, as três pessoas*1 da Trindade Se manifestaram de modo especial, nem sempre revelado na Bíblia *2: O Pai, o Filho e o Espírito Santo estavam presentes. Só este fato já deve nos dizer quão significativos foram a unção e o batismo de Jesus. Realmente, aqui, de modo especial, começou Sua obra, não apenas para a redenção da humanidade, mas para encerrar o grande conflito com satanás *3.

COLABORADOR:

*1 - Quais pessoas? A voz do pai, o cordeiro sendo batizado e a forma de uma ave, representando o poder de Deus, o pai, em aceitar o cordeiro e declarar que é o filho amado, filho, amado, em quem o pai se alegra? A terceira pessoa seria João Batista, um dos poucos que viu a luz que procede ou sai de Deus,  em forma de pomba???

*2 - Nem sempre revelado na bíblia? Nem sempre ou nunca revelado, pois a ave não era um terceiro deus ou terceira pessoa, mas a representação da luz e poder do pai, em aceitar o cordeiro, seu filho... O pai, o cordeiro e João batista e mais uma pequena multidão estavam presentes. Deus falou e demonstrou parte de sua glória, o homem Jesus, o cordeiro encarnado, foi aceito e declarado como alegria de Deus, e o homem João Batista reconheceu tal fato assim como os discípulos de Cristo (veja João 03:30; e Mateus 14:33)

*3 - Quem faz parte do Conflito contra Satanás? Deus o pai, o cordeiro que foi vencedor (vide apocalipse 05) e todos os que seguem o cordeiro e seu Deus (Apoc 14:01). Não existe uma guerra da trindade contra satanás, pois satanás não luta contra si próprio, pois se assim fizer, se auto-destruirá... (veja Mateus 12:26)

  Misael

NOTA Escola Sabatina: EGW e a pomba que desceu sobre Jesus:

O DESEJADO DE TODAS AS NAÇÕES

Capítulo 11 - O Batismo, Pág. 111

...Sozinho devia trilhar a vereda; sozinho carregaria o fardo. Sobre Aquele que abrira mão de Sua glória, e aceitara a fraqueza da humanidade, devia repousar a redenção do mundo. Viu e sentiu tudo isso; firme, porém, permaneceu o Seu desígnio. De Seu braço dependia a salvação da raça caída, e Ele estendeu a mão para agarrar a do Onipotente Amor.

O olhar do Salvador parece penetrar o Céu, ao derramar a alma em oração. Bem sabe como o pecado endureceu o coração

(Pág. 112)

dos homens, e como lhes será difícil discernir Sua missão, e aceitar o dom da salvação eterna. Suplica ao Pai poder para vencer a incredulidade deles, quebrar as cadeias com que Satanás os escravizou, a derrotar, em seu benefício, o destruidor. Pede o testemunho de que Deus aceita a humanidade na pessoa de Seu Filho.

Nunca dantes haviam os anjos ouvido tal oração. Anseiam trazer a Seu amado Capitão uma mensagem de certeza e conforto. Mas não; o próprio Pai responderá à petição do Filho. Diretamente do trono são enviados os raios de Sua glória. Abrem-se os céus, e sobre a cabeça do Salvador desce a forma de uma pomba da mais pura luz – fiel emblema dEle, o Manso e Humilde.

Dentre a multidão à beira do Jordão, poucos, além do Batista, divisaram essa visão celeste. Entretanto, a solenidade da divina presença repousou sobre a assembléia. O povo ficou silencioso, a contemplar a Cristo. Seu vulto achava-se banhado pela luz que circunda sem cessar o trono de Deus. Seu rosto erguido estava glorificado como nunca dantes tinham visto um rosto de homem. Dos céus abertos, ouviu-se uma voz, dizendo: “Este é o Meu Filho amado, em quem Me comprazo”. Mat. 3:17.

Estas palavras de confirmação foram proferidas para inspirar a fé naqueles que testemunhavam a cena, e fortalecer o Salvador para Sua missão...

4. No ministério de Cristo, qual foi o trabalho e papel contínuo do Espírito Santo? Mat 4:1; Mar 1:12; Luc 4:1.

NOTA Escola Sabatina: Novamente, três testemunho dos evangelhos sobre o mesmo fato... Porém, o mais consistente dos três testemunhos nos foi dado por Marcos que diz: (12) Imediatamente o Espírito o impeliu (conduziu) para o deserto. Jesus sentiu que deveria seguir para o deserto e jejuar!

Aqui, também, percebemos a influência do Espírito Santo na vida e na missão de Cristo. Foi na tentação do deserto*A que Cristo passou pela mesma experiência de Adão, só que em situação muito pior do que a dele (afinal, Adão estava de barriga cheia no Paraíso, ao passo que Jesus, com o estômago vazio e roncando, estava em um deserto*1). Os três evangelistas que escreveram sobre a tentação enfatizaram que foi o Espírito, recém-concedido a Cristo de maneira marcante no batismo, que O levou ao deserto*B. Eles também declaram expressamente que foi satanás que O tentou*C.

NOTA Escola Sabatina *1: Pensei que iria ver uma revelação inspirada sobre esta situação sofrida por Jesus, em comparação à Adão, algo do tipo Humanidade de Jesus e vejo "um estomago roncando"!!!

COLABORADOR:

*A – Mesma experiência em situação pior? Então não foi a ‘mesma’ experiência! “Mas Jesus aceitou a humanidade quando a raça havia sido enfraquecida por quatro mil anos de pecado. Como qualquer filho de Adão, aceitou os resultados da operação da grande lei da hereditariedade. O que estes resultados foram, manifesta-se na história de Seus ancestrais terrestres. Veio com essa hereditariedade para partilhar de nossas dores e tentações, e dar-nos o exemplo de uma vida impecável”(DTN pg 49). Jesus estava em situação muito pior e em experiência muito pior que o que Adão enfrentará, mas, por que estava ligado a Deus (leia-se, Deus, não um terceiro), fazendo tudo PELO PAI ( João 05:36; 08:28). O pai nunca mandou um terceiro acompanhar Jesus, mas Ele próprio estava junto com Jesus –“E aquele que me enviou está comigo; não me tem deixado só; porque faço sempre o que é do seu agrado. (João 08:29). Mesmo nos momentos finais da vida humana do filho Unigênito de Deus, Deus o acompanhava. “Deus e Seus santos anjos estavam ao pé da cruz. O Pai estava com o Filho. Sua presença, no entanto, não foi revelada. Houvesse Sua glória irrompido da nuvem, e todo espectador humano teria sido morto. E naquela tremenda hora não devia Cristo ser confortado com a presença do Pai. Pisou sozinho o lagar, e dos povos nenhum havia com Ele” DTN pg 754

Deus se fez de mudo, ao ver seu cordeiro, mudo, sofrer as mais sofisticadas tentações do inimigo, para nos resgatar. Aí está o verdadeiro amor de Deus, em dar o mais precioso que tinha, e não um co-igual, co-eterno.... Vede o amor do filho, em renunciar tudo para morrer a morte eterna, e ‘existindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar” (Fil 02:06) – Se agisse assim, com o poder que lhe fora outorgado pelo pai, poderia destruir todas as hostes do inimigo, juntamente com ele, mas, enfrentou UMA VIDA DE TENTAÇÕES E PROVAÇÕES E PRIVAÇÕES, para mostrar QUE DEUS É AMOR.

*1B – O Espírito o levou ao deserto “para ser tentado”? Vede que ‘um’ ‘espírito’ fez Davi levantar o Censo, com a permissão de Deus por estar irado com Davi (I Crônicas 21:01 compare com II Samuel 24:01). Um espírito foi enviado, permitido por Deus, para instigar o rei de Israel a ir a guerra (I Reis 22:19-23) veja o que diz o verso I Reis 22:23 – “Agora, pois, eis que o Senhor pôs um espírito mentiroso na boca dentes da casa dele; sim, tornarei a tua casa como a casa de respeito de ti.” Deus ‘pôs” um espírito mentiroso na boca dos profetas para serem agradáveis ao Rei, para ruína dele, que havia abandonado os caminhos de Deus e ido após terceiros e quartos deuses.

Vejamos o que diz o texto bíblico sobre a tentação de Jesus:
Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo. ( Mateus 04:01) Imediatamente o Espírito o impeliu para o deserto. (Marcos 01:12) Jesus, pois, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão; e era levado pelo Espírito no deserto, (Lucas 04:01)

Qual espírito Deus permitiu que mandasse Jesus ir para o deserto ‘ser tentado’? Jesus estava cheiro de espírito santo (Luc 04:01), mas não o que o enviou de encontro à tentação! Deus a ninguém tenta (Tiago 01:13), e, com certeza, esse “espírito” que mandou Jesus ao encontro da tentação e a Tentação ao encontro de Jesus, não procede de Deus, mas teve autorização de Deus, para agir, assim como o espírito (nada santo) que falou na boca de todos profetas de I Reis 22.

Repetindo, Jesus enfrentou UMA VIDA DE TENTAÇÕES E PROVAÇÕES E PRIVAÇÕES, para mostrar QUE DEUS É AMOR. Jesus viveu o amor, em companhia espiritual com o pai (João 14:10) e venceu todos os espíritos dos homens e de satanás que o queriam derrubar.

*2B – Antes do Batismo Jesus não Tinha o Espírito de Deus? Foi somente no batismo que ele passou a fazer a vontade de Deus?

*C – Satanás que o tentou, sendo que o ‘espírito’ (explicado no item B ) o levou para entregar para que Satanás o tentasse.... estranho, Deus ‘criou’ oportunidades para Satanás agir.... vede que nenhum dos versos citados:

[Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo. (Mateus 4:1) Imediatamente o Espírito o impeliu para o deserto. (Marcos 1:12) Jesus, pois, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão; e era levado pelo Espírito no deserto, (Lucas 4:1)]

se diz ser o ‘espírito’ de Deus, ou aquele espírito que procede de Deus, ou mesmo Deus, que “levou Jesus ao deserto para ser tentado”. Mas um Espírito semelhante ao que falou na boca dos profetas de I Reis 22.

Misael
 

Quando foi que você enfrentou sua própria "tentação do deserto"? Como você venceu? O que se pode aprender da experiência de Cristo para ajudar nas tentações futuras?

NOTA Escola Sabatina: Lendo as Escrituras podemos seguir o exemplo de Jesus que, totalmente humanizado - Fil 2:5-9 - venceu a satanás. Se esta não for a realidade, Ele estaria mentindo quando disse:  Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. João 16:33 (Apoc 3:21).

 

 

TERÇA-FEIRA, 11 de abril                                                    Ano Bíblico: I Reis 3 e 4

Guiado pelo Espírito

"Pois o enviado de Deus fala as palavras dEle, porque Deus não dá o Espírito por medida" (João 3:34).

A Nova Versão Internacional traduz assim este verso: "Pois aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, porque Ele dá o Espírito sem limitações."

NOTA Escola Sabatina: Deixemos a Bíblia Ecumênica adotada pela IASD e leiamos o verso seguinte para ver quem é este Espírito dado por DEUS, segundo João, o batista: 35 O Pai ama ao Filho, e todas as coisas entregou nas Suas mãos. 36 Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.

5. O que Jesus está dizendo com estas palavras? Qual foi a influência do Espírito Santo sobre a vida de Jesus? Que papel o Espírito Santo deveria ter sobre nossa vida?

NOTA Escola Sabatina: JESUS ou João Batista? O Contexto não é importante para a IASD? Tira-se um verso do seu contexto para se provar algo anti-bíblico? E , o que tem a ver este verso com o papel do "espírito" em nossa vida?

Atos 1:1 e 2 deixa claro que foi pelo poder do Espírito Santo que Jesus deu mandamentos aos apóstolos. Temos aqui também outra referência clara à dependência de Jesus ao poder do Espírito Santo.

NOTA Escola Sabatina: Então porque não obedeceram as Suas ordens dadas em Mat 28:19? E, de quem JESUS era dependente? João deixa-nos muito claro quem é este espírito Santo: Deus é Espírito, e é necessário que os que O adoram O adorem em espírito e em verdade. João 4:24.

6. Qual era o principal objetivo de Jesus durante Sua vida terrestre? João 4:34; 6:38; 8:29. Como esse objetivo se harmoniza com a obra do Espírito Santo em Sua vida?

NOTA Escola Sabatina: Basta o verso 34 de Mat 4: Disse-lhes Jesus: A minha comida é fazer a vontade daquEle que Me enviou, e completar a Sua obra... Não estariam pensando que quem O enviou tenha sido uma terceira pessoa, que não o Pai, não é??? Isto seria pecar contra o espírito Santo!!!

"Com referência à natureza humana, por todos os dias de Sua humilhação, Jesus permaneceu sob a operação constante e penetrante do Espírito Santo. O Filho, a quem nada faltava, mas que, como Deus, em união com o Pai e o com Espírito Santo, possuía todas as coisas, adotou compassivamente a natureza humana .... Embora fosse o Filho, Ele não tomou em Suas mãos Sua preparação, enriquecimento e operação, mas dispôs-Se a recebê-las da mão do Espírito Santo." - Abraham Kuyper, The Work of the Holy Spirit, pág. 96.

NOTA Escola Sabatina: Realmente é melhor citar autores desconhecidos dos membros da igreja porque citar a profetiza não convence mais... E, se ele falou, está falado!!! Mas em todo caso vamos recorrer à uma pequena citação de EGW:

Mas nosso Salvador recorria a Seu Pai celestial em busca de sabedoria e força para resistir ao tentador e vencê-lo. O Espírito de Seu Pai celeste animava e regia Sua vida.” Mensagens Escolhidas Vol. 3, pág. 134

 

Que mudanças você precisa fazer em sua vida a fim de que toda palavra que falar seja pronunciada pela influência do Espírito Santo? Como suas palavras seriam diferentes do que são agora?

NOTA Escola Sabatina: Deixar que aquEle que habita em mim deixe a sua influência (Apoc 3:20).

 

 

QUARTA-FEIRA, 12 de abril                                                  Ano Bíblico: I Reis 5 e 6

Atividade dirigida pelo Espírito - I

"O Espírito do Senhor está sobre Mim, pelo que Me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-Me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor" (Luc. 4:18 e 19).

NOTA Escola Sabatina: É neste espírito que veio sobre Isaías que Cristo vivia e realizava os Seus milagres!

 

7. No texto acima, como a realidade da presença do Espírito Santo se manifestava na vida de Cristo?

NOTA Escola Sabatina: Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação. Tiago 1:17 Todo o poder de que Cristo necessitava ele obtia através da Sua comunhão como pai e nós, hoje, podemos fazer o mesmo: Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em Mim, esse também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas; porque Eu vou para o Pai; João 14:12.

Jesus pregou o evangelho aos pobres endemoninhados (Mar. 5: 1-16); perdoou a pecadora Maria Madalena (veja Luc. 7:36-48; João 8:1­11) e a livrou do cativeiro do pecado; restaurou a vista aos fisicamente cegos (veja Mar. 10:46-52), e também aos espiritualmente cegos; trouxe liberdade aos que estavam feridos e proclamou o ano aceitável do Senhor.

NOTA Escola Sabatina: Ano aceitável era uma clara referencia ao ano do Jubileu onde todas as dívidas eram perdoadas... Jesus estava vindo na plenitude dos tempos, ou seja, na última semana de Daniel 9 e a partir do Seu batismo iniciava-se as 2.300 tardes e manhãs*, correspondentes à pregação do evangelho aos judeus...

*Clic no estudo s seguir para compreender esta citação...

As 2.300 Tardes e Manhãs e o Juízo Investigativo são bíblicos ou apenas "tradição" da IASD-

Os fariseus afirmavam que Jesus expelia os demônios pelo poder de Belzebu. Mas Ele deixou claro que operava Seus milagres pelo poder do Espírito (veja Mat. 12:28). Jesus dependia do poder do Espírito para operar Seus milagres durante o ministério terrestre.

NOTA Escola Sabatina: Naqueles dias atribuíam as Suas obras à satanás, pecando assim contra o santo espírito (João 4:24) e hoje, ao atribuírem Suas obras à um terceiro deus, continuam pecando contra o Espírito, o Pai Santo de Jesus!

 

8. Que parte desempenhou o Espírito no oferecimento de Cristo de Si mesmo como resgate dos nossos pecados? Heb. 9:14.

NOTA Escola Sabatina: Se você atentar para este verso de Hebreus verá que Jesus, através de um espírito, que é eterno, ofereceu a Si próprio como sacrifício ao Pai... Jesus tem o  mesmo espírito (Santo) que o Pai e é neste espírito que sempre realizou Suas obras... Esta é uma frase típica onde os tradutores, segundo suas convicções colocam a palavra espírito em Maiúscula apesar do texto grego estar em letras minúscula...

 

9. Inspirado pelo Espírito, como Pedro resumiu o ministério de Jesus? Atos 10:38

NOTA Escola Sabatina: Jesus cumprira a Sua promessa e em espírito, desceu sobre eles no pentecostes e agora Pedro confirma que DEUS era com Ele e não uma terceira pessoa pois isto seria pecar contra o espírito Santo, o pai de Jesus! Jesus estava COMPARTILHANDO a Sua santidade com os discípulos assim como o Pai a compartilhava com Ele. Observe a parte final do vs analisado:

38 concernente a Jesus de Nazaré, como Deus o ungiu com o espírito Santo e com poder; o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do Diabo, porque Deus era com Ele.

 

Evidentemente, nenhum de nós é Jesus. Mas, se estivermos cheios do Espírito, como podemos realizar algumas das mesmas coisas que Jesus fazia (João 14:12) para o benefício de outros?

NOTA Escola Sabatina: Quem é o espírito que estava em Jesus?: O verso anterior ao 12 responde:

11 Crede-me que Eu estou no Pai, e que o Pai está em Mim; crede ao menos por causa das mesmas obras...

 

 

QUINTA-FEIRA, 13 de abril                                                  Ano Bíblico: I Reis 7 e 8

Atividade dirigida pelo Espírito - II

"Pois também Cristo morreu*1, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no Espírito" (I Ped. 3:18; veja também Rom. 1:4; 8:11).

NOTA Escola Sabatina *1: Se Jesus faz parte de uma trindade (co-eterna) como pode Pedro (e Paulo) afirmar que Ele morreu? Morreu de mentirinha?

Deus é um, mas triuno. As três pessoas da Trindade trabalham juntas. Estão intimamente unidas em Sua obra. Assim, embora esse texto diga que Jesus foi ressuscitado pelo Espírito, as duas pessoas da Divindade estiveram unidas na ressurreição de Jesus.

NOTA Escola Sabatina: ...que fizera parte de um teatrinho pois era imortal como os demais! Então estaria mentindo Jesus em afirmar que EU também venceria (como Ele vencera - Apoc 3:21). Mas eu não sou imortal (como diz a trindade que Ele é) e não tenho a minha parte divina intocável com afirma a trindade! Portanto Ele não me serve de exemplo e na cruz satanás teria toda razão se dissesse "assim, até eu...".

 

10. Quem diz o apóstolo Paulo que ressuscitou Jesus? Gal 1:1; Efe. 1:17-20.

NOTA Escola Sabatina: Não entendi o porque destas citações se ambas afirmam que o pai O ressuscitou! Mas se alguém tem dúvida que foi o Pai (o poder) que O ressuscitou observe a parte final do vs 20 que diz:

20 que operou em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-O sentar-se à sua direita nos céus...

Pergunto, hoje Jesus está sentado à destra de quem? Apoc 3:21.

 

11. O que Jesus disse sobre Sua ressurreição? Quem mais esteve envolvido nessa ressurreição? João 10:17 e 18.

NOTA Escola Sabatina: Quem?!?!?! Onde querem chegar???? Jesus está a dizer que a Sua morte seria totalmente como o Seu consentimento. Não estava coagido a fazer isto! E, aquEle que lhe dera (o Pai - Prov 8:22-30) seria O mesmo que Lha devolveria!

COLABORADOR:

Vejamos o texto citado: João 10:17-18  - “Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho autoridade para a dar, e tenho autoridade para retomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai.

SE Jesus recebeu de Seu pai, ele não tinha esta capacidade, e, por TER RECEBIDO DO PAI, a bíblia afirma CATEGORICAMENTE que DEUS O RESSUSCITOU DOS MORTOS (ATOS 13:30; ROM 10:09; GAL 01:01; COL 02:12; I PED 01:21). Jesus recebeu toda autoridade no céu e na terra: Mateus 28:18 – ”E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.” -

Considerando que Jesus ‘recebeu’ como ‘por procuraçãoTODA AUTORIDADE, somente,  e somente mesmo, poderia receber desde que NÃO A TIVESSE. Caso já a possuísse, não teria como receber tal procuração. Jesus se ofereceu, por amor, como também recebeu poder do pai, por outorga, por mandato, por desejo do próprio pai, para que tudo lhe sujeitasse. (I Cor 15:28).

Todas as ações do dito procurador são atribuídas ao OUTORGANTE, que lhe conferiu 'poderes'. Mesmo que Jesus se auto-ressuscitasse, essa ressurreição somente pode ser ATRIBUÍDA A SEU PAI, que lhe deu tal poder (João 05:19).

Misael

"Sobre o fendido sepulcro de José, Cristo proclamara triunfante: 'Eu sou a ressurreição e a vida.*1' Essas palavras só podiam ser proferidas pela Divindade*2. Todos os seres criados vivem pela vontade e poder de Deus. São dependentes depositários da vida de Deus. Do mais alto Serafim ao mais humilde dos seres vivos, todos são providos da Fonte da vida. Unicamente aquele que é um com Deus*3 podia dizer: 'Tenho poder para a dar [a vida], e poder para tornar a tomá-la.' João 10:18. Em Sua divindade possuía Cristo o poder de quebrar as algemas da morte.*4" - Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, pág. 785.

NOTA Escola Sabatina: Não a Sua própria morte porque  as Escrituras afirmam em dezenas de passagens que a sua ressurreição foi realizada pelo Pai. Além de que o vs 18 afirma que  ...Este mandamento recebi de Meu Pai. Era com esta autoridade que Jesus ressuscitava pessoas!

COLABORADOR:

*1 - Jesus disse isto quando Lázaro morreu (João 11:25), muito antes de sua própria ressurreição pelo pai. (Atos 13:30; Rom 10:09; Gal 01:01; Col 02:12; I Pedro 01:21). Por ter sido copiado em parte de livros de outros autores, esse livro tem partes que não condizem com as escrituras, como cristãos (discípulos de Cristo), devemos dar preferência às escrituras que a qualquer escrito divergente delas.

*2 - Poderiam ser ditas por quem recebeu por Outorga ou procuração, poder para representar a Deus (João 05:36; 10:29; 14:28). Jesus nunca fez sua própria vontade, mas a vontade de Deus, o pai (João 05:30; 06:38-40). Vejamos o verso de João 06:38 – “Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.”. Jesus foi o enviado, o procurador, o representante com todos os poderes, inclusive de ser o caminho e a vida, e recebeu essa autoridade do pai (Mateus 28:18).

*3 - Unicamente aquele que é um com Deus. Sim, o único que é um com Deus (João 10:30) em propósito e objetivo, “Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, porquanto vive sempre para interceder por eles”.(Hebr 07:25). Unicamente AQUELE que RECEBEU por Doação e por outorga, e por ser sacrificio sangrento na cruz, a dignidade de Receber todo louvor e adoração (Apoc 05:09-13). Recebido do pai e Conquistado por seu sangue, a  posição de mais alta autoridade no universo, submissa somente ao Eterno (I Cor 15:28).

*4 - Explicado no item 2*, onde por OUTORGA Cristo recebeu toda autoridade no céu e na terra. Satanás queria compartilhar desse ‘poder’, essa autoridade,  recebida por ‘procuração’ e como foi frustrado em seus planos e acabou expulso do céu, resolver se personificar como a ‘terceira pessoa da santíssima trindade’, se ‘assentando no trono de Deus, como se fosse Deus” e recebendo louvores e orações só reservados aoque se assenta no trono e ao cordeiro’ (Apoc 05:13; Apoc 21:23; 07:17).

Misael

Embora Paulo tenha escrito pouco sobre os eventos da vida de Cristo, Sua morte e ressurreição são temas constantes em suas epístolas. Ele observa que o "que é da mais alta importância" (I Cor 15:3, BLH) para os crentes é que "Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia*1, segundo as Escrituras. E apareceu... " (v. 3-5). Não é de admirar que a Bíblia vincule as três pessoas da Divindade *A com a ressurreição de Cristo, como ocorreu no Seu batismo. Esse fato é de importância decisiva para tudo o que cremos como cristãos. Sem essa crença, como Paulo diz, não temos esperança *B (v. 17).

NOTA Escola Sabatina*1: Paulo e Jesus mentindo pois se morrera na sexta-feira e  ressuscitou no domingo (o novo dia do senhor da IASD*) não se passaram os TRÊS dias e TRÊS noites declarados em Mat 12:40 - ...pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre do grande peixe, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra. Mas este é um outro assunto! Quanto ao vínculo mencionado acima, nem forçando como esta lição o fez, consegue-se fazê-lo!

COLABORADOR

*A - Três? Onde? Jesus morreu e Deus o ressuscitou (Atos 13:30; Rom 10:09; Gal 01:01; Col 02:12; I Pedro 01:21), cadê ‘a terceira pessoa’? Ah! o que era o terceiro no céu, Lúcifer, ele observava de longe e tremia de medo do único Deus (Tiago 02:19) e de seu filho que tentou destruir...

*B - É de ‘importância decisiva’ conhecermos que Deus amou o mundo (Jo 03:16) e entregou o que tinha de mais precioso, Seu filho único gerado em seu seio, ao invés de crermos que um Deus impessoal fez um teatrinho, fingindo que uma parte de si tenha feito de conta que morreu enquanto as outras duas acompanhavam o showzinho... Temos esperança, sim, por que Cristo morreu e ressuscitou do mortos, e quem o ressuscitou foi Deus, o Eterno (Atos 13:30; Rom 10:09; Gal 01:01; Col 02:12; I Pedro 01:21). Com Deus (que se assenta no trono) e com o cordeiro, teremos a salvação. Não precisamos conhecer ‘os mistérios’ de satanás (Apoc 02:24). Se Deus não houvesse ressuscitado Cristo, nossa fé seria vã (I cor 15:14).

Misael

* Homens em posições de responsabilidade não só desatenderão e desprezarão o sábado eles mesmos, mas da tribuna sagrada instarão com o povo para que guardem o primeiro dia da semana... EGW

Trechos do livro “Confessions of a Nomad”. Veja a tradução:

“Mas existe uma diferença entre o sábado e o domingo. Você trabalha até o Sábado, então você descansa. O Domingo é o dia que dá a você Força para trabalhar os seis dias a frente. O Sábado é o final da semana; Domingo é o início. O Sábado é de pôr do Sol a pôr do Sol, mas o Domingo é de meia noite a meia noite. O Sábado é um dia de descanso, mas o Domingo é um dia de adoração. Existe uma penalidade, caso você transgrida o Sábado; não existe penalidade para a transgressão do Domingo, exceto pelo fato de que você mesmo perde. O Cristão tira sua força do Domingo. Ele é um tempo de permitir Deus falar para o homem interior. Ele é um tempo quando nós tornamos real a prática a qual diz, com efeito, “Acalmai-vos e sabei que Eu sou Deus”. Os Cristãos tomaram o valor do Sábado Hebreu e adicionaram a ele a grande alegria da ressurreição de Cristo. Nós temos um casamento dos dois na comunidade Cristã.

O mandamento disse: “Lembra-te do dia de descanso”. Assim, nós vimos juntos como um corpo de Cristo e relembramos o que Deus fez. Este é um sacramento. O estudo da Bíblia e a adoração fazem do Domingo um dia no qual a alma é revigorada, bem como um dia no qual o corpo descansa. Você pode perder uma festa à noite ou uma viagem à praia por observar o Sábado, mas você não perderá o Céu. Sua vida não irá se desintegrar. Depende somente de como você deseja despender seu tempo. Você poderá viver milhares de Domingos em sua vida adulta; como você irá passá-los?

Thoreau disse que se você deseja destruir a fé Cristã, primeiramente tire o Domingo. Ele estava certo; este é um dia santo. Para aqueles que conhecem a Jesus Cristo como Salvador, este não pode ser um feriado. Para aqueles de vocês que têm se juntado em torno da cruz, e têm sido salvos e lavados pelo Seu sangue, é um sacrilégio fazer qualquer outra coisa naquele dia, exceto celebrar o que Deus fez.

Se nós abusarmos do Domingo, estamos destruindo algo belo que Deus tem dado. Sem Domingo significa sem igreja; sem igreja significa sem adoração; sem adoração significa sem sociedade; sem sociedade significa sem moralidade; sem moralidade significa sem governo; sem governo significa anarquia. Esta é a escolha que está ante nós.”

Este livro foi originalmente escrito e editado pela igreja batista. Agora, PASME! ESTE LIVRO FOI RE-EDITADO PELO DEPARTAMENTO MINISTERIAL DA CONFERÊNCIA GERAL DA IGREJA ADVENTISTA DO SÉTIMO DIA e DISTRIBUÍDO entre os pastores para a sua edificação espiritual...

OBS: Este trecho continua lá!!!

ESTA é a IASD trinitariana...

 

 

SEXTA-FEIRA, 14 de abril                                                Ano Bíblico: I Reis 9 e 10

Estudo adicional

Leia, de Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, págs. 72-74, 111-113,122 e 123; A Ciência do Bom Viver, pág. 479; Isaías 58. "Jesus é nosso exemplo .... Viveu para agradar, honrar e glorificar o Pai nas coisas comuns da vida. Sua obra começou consagrando o humilde ofício do operário que labuta para ganhar o pão cotidiano. Quando trabalhava ao banco de carpinteiro, fazia tanto a obra de Deus, como quando operava milagres em favor da multidão. E todo jovem que segue o exemplo de Cristo na fidelidade e obediência em Seu humilde lar, pode reclamar aquelas palavras proferidas a respeito dEle, pelo Pai, por intermédio do Espírito Santo: 'Eis aqui o Meu Servo a quem sustenho, o Meu Eleito, em quem se compraz a Minha alma.' Isa. 42:1." - Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, pág. 74.

NOTA Escola Sabatina: Não é o espírito que O sustem???

Tudo o que se refere à vida de Cristo na Terra foi realizado pelo poder do Espírito: (*1) Sua concepção (Luc. 1:35); (*2) Seu batismo (Luc. 3:21 e 22); (*3) Sua justificação, isto é, a manifestação de Sua vida justa (I Tim. 3:16); (*4) Sua guia na vida de serviço (Luc. 4:1; veja também Luc. 2:49); (*5) Seus milagres (Mat. 12:28); (*6) Sua ressurreição (I Ped. 3:18). Esta realidade assinala poderosamente a importância do papel do Espírito Santo no plano de salvação e em nossa vida.

NOTA Escola Sabatina *1: Toda vez em que encontramos nas Escrituras a palavra ESPÍRITO devemos nos ater ao contexto parta saber se é uma referencia ao Pai ou ao Filho mas jamais podermos, sob pena de pecarmos o pecado imperdoável, atribuir a citação à uma terceira pessoa...

NOTA Escola Sabatina *2: O Pai agindo em espírito!

NOTA Escola Sabatina *3: O Pai Se manifestando em Glória!

NOTA Escola Sabatina *4: Justificado pelo Pai!

NOTA Escola Sabatina *5: O Pai falado através dEle - Heb 1:2

NOTA Escola Sabatina *6: O Pai, ressuscitando-O... Aqui Pedro nos dá uma referencia à onipresença espiritual de Jesus!

Agora, caro irmã(o): Vá, e não peques mais... João 8:11

 

PERGUNTAS PARA CONSIDERAÇÃO

1. Como classe, falem sobre a encarnação de Jesus, sobre o que significa que o próprio Deus "desceu" ao nosso mundo para então 'morrer pelos nossos pecados. Que esperança essa grande verdade nos dá?

NOTA Escola Sabatina: A Bíblia toda afirmando que JESUS, o Filho Unigênito de DEUS, desceu para nos resgatar e a lição vem afirmar que o PRÓPRIO DEUS desceu... DEUS, o Pai, é imortal e jamais poderia morrer, exceto o seu Filho Unigênito que um dia na eternidade teve um início, poderia ser este sacrifício vivo, exemplificado na pessoa de Isaque...

2. De acordo com Ellen G. White, circulavam histórias sobre o nascimento "ilegítimo" de Jesus. Que lições existem para nós hoje? Você conhece alguém que está grávida fora do matrimônio ou cometeu alguns erros semelhantes? Como classe, o que vocês podem fazer para ajudar essa pessoa, em vez de fofocar sobre a situação?

NOTA Escola Sabatina: Excluí-la da comunhão dos irmãos (colher o joio, usurpando a tarefa dos anjos do Senhor) Não é isto que a IASD faz? Mesmo que ela venha a arrepender-se da sua situação, nem mesmo poderá casar-se na igreja que tanto ama! Exceto se for filha de alguma liderança; dai, dá-se um jeito... Falo isto por conhecer casos semelhantes aqui na terra da CPB!

 

CLIC AQUI para uma versão de impressão!

OBS: Esta versão é a original e não estará com as possíveis COLABORAÇÕES futuras...

CURSO DE PROFECIAS BÍBLICAS - CLIC!!!

AUXILIAR E COMENTÁRIOS ADICIONAIS

(Comentado)

ESBOÇO

Texto-chave: João 14:12

Objetivos

1.  Mostrar o papel essencial do Espírito Santo na vida e no ministério de Cristo.

NOTA Escola Sabatina: Cristo sempre dependeu do Pai e não de uma terceira pessoa; quando esta apareceu foi para tentá-Lo!

2. Explorar o potencial de nossa vida quando está completamente submetida à obra do Espírito Santo.

Esboço

I. O poder do Espírito Santo na vida de Cristo

A. Concepção (Luc. 1 :35).

     B. Batismo (Luc. 3:21 e 22).

     C. Vida sem pecado (I Tim. 3:16).

D.  D. Direção (Luc 4:1).

     E. Obras miraculosas (Mat. 12:28).

     F. Ressurreição (I Ped. 3: 18).

     NOTA Escola Sabatina: Leia os contextos e comprove a atuação do Seu Pai!

   II. O poder do Espírito Santo em nossa vida

A.  A. Fé para crer.

     B. Direção para uma vida pura.

C. Ser capaz de conhecer e cumprir a vontade de Deus.

NOTA Escola Sabatina: Cadê os versos bíblicos?

 

RESUMO

Jesus Se despiu inteiramente de Seus poderes divinos para assumir a humanidade. Nenhum milagre operado por Ele, nenhuma tentação vencida por Ele foram obtidos com Seu próprio poder. Tudo o que Jesus fez, disse e ensinou veio diretamente do Espírito Santo*1. A divindade de Jesus*2 nunca cessou, mas Ele escolheu ser exatamente como um de nós - em nossa necessidade de depender completamente do Espírito Santo *3 - para cumprir Sua missão. Ele Se tornou a ferramenta humana perfeita nas mãos do Espírito Santo*4. E nós, também, podemos ser usados pelo Espírito Santo*5 com tanta eficácia quanto Jesus, se aprendermos a nos submeter completamente à Sua guia e Sua voz.

NOTA Escola Sabatina *1: Está escrito?

NOTA Escola Sabatina *2: Está escrito?

NOTA Escola Sabatina *3: Está escrito?

NOTA Escola Sabatina *4: Está escrito?

NOTA Escola Sabatina *5: Voz de quem?

Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai. Fil 2:5-11

 

INTRODUÇÃO

A missão de Cristo foi sustentada e guiada pelo Espírito Santo ao longo de cada fase de Sua vida terrestre. A infinita inteligência, capacidade e simpatia do Espírito para com o propósito divino qualifica-O a trabalhar como parceiro igual ao Pai e ao Filho pela nossa redenção.

NOTA Escola Sabatina: Mais uma qualidade do deus da IASD - simpatia!!! Isto está no capítulo... vs... Calma,  eu já acho!!!

I. Nascimento miraculoso

A natureza encarnada de Cristo apresenta mistérios insondáveis para nossa mente, mas a Bíblia revela sobre este assunto tudo o que podemos compreender nesta dispensação. Sendo Deus em carne humana (João 1:14; I Tim. 3:16), Cristo precisava necessariamente ser concebido em forma humana pelo poder divino. Um mero ser mortal não poderia fecundar outro ser mortal com "Emanuel" (Deus conosco). Conseqüentemente, Jesus foi concebido no ventre de Maria pelo Espírito Santo. Isso é maravilhoso, mas não desconcertante. Desde o início, o Espírito esteve envolvido ativamente na obra de criação. Para Deus, não é menos complicado criar um ser humano por fecundação sobrenatural do que por meio das leis da reprodução biológica que Ele próprio estabeleceu. A maior maravilha neste processo é que o Criador (Jesus) condescendeu em Se tornar um ser criado (humano) em favor de nossa redenção (veja Col 1:12-19 e Fil 2:5-9).

NOTA Escola Sabatina:  Por tudo isto é que João,  no primeiro capítulo de seu evangelho, nos primeiros versos temos a presença de DEUS, o pai e de Jesus, o Filho e do espir... Ué, não tem!


II. Ungido pelo Espírito

A unção visível de Cristo pelo Espírito Santo (veja Luc 3:21 e 22) desvenda diversas verdades centrais:

1. A validação do chamado de Jesus como Messias. Veja Isa. 61:1-3; Luc. 4:16-20.

NOTA Escola Sabatina: Quem é o Espírito que validou o Seu ministério? João 8:18 responde: Sou Eu que dou testemunho de Mim mesmo, e o Pai que Me enviou, também dá testemunho de Mim.

2. A renúncia de Cristo com respeito aos poderes divinos que Lhe eram inerentes e a inteira dependência das outras duas pessoas da Divindade para Sua missão. Deste modo, Ele não obteve qualquer vantagem que nós mesmos não pudéssemos desfrutar pela dependência de Deus (veja João 5:19 e 30; 8:28; 15:4 e 5; Fil 4:13). Este fato também revela que o desejo de Cristo de nos salvar não é exclusivamente dEle; o Pai e o Espírito estão igualmente empenhados em nossa redenção e estão trabalhando em conjunto para consumá-la (veja João 6:37-39 e 63).

NOTA Escola Sabatina: João 5:19 Disse-lhes, pois, Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que o Filho de si mesmo nada pode fazer, senão o que vir o Pai fazer; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente. Pergunto: se isto não é pecar contra o espírito, então o que é? Atribuir as obras que o Pai faz em Cristo à uma terceira pessoa (que só pode ser satanás)...

3. A eficácia onipotente do evangelho para salvar as pessoas dos seus pecados e restaurá-las à imagem de seu Criador - uma obra dupla que só o poder inalterado de Deus pode efetuar (veja Rom. 8:1-30; Gên. 1:27; Efe 4:23 e 24).

NOTA Escola Sabatina: Devemos ter o mesmo Espírito que Cristo tinha... Amém!

III. Guiados pelo Espírito

A submissão de Cristo à guia do Espírito Santo evidencia claramente a variedade da obra do Espírito em Sua vida. Pense em alguns aspectos dessa obra - a guia diária no que se relaciona ao dever e sua execução adequada; discernimento; perseverança; energia; poder; clareza mental para compreender, ensinar e aplicar as Escrituras. Essa obra também deve ser executada na vida dos discípulos de Cristo mas unicamente quando nos submetemos completamente a Deus (veja Isa. 11:1 e 2; 50:4-10; 61:1 e 2; Isa. 59:19-21; João 9:4). Em concerto com o Pai, e em sujeição à Sua vontade, o Espírito glorifica a Cristo (veja João 16:13 e 14).

NOTA Escola Sabatina: A  Bíblia é clara em nos mostrar a submissão de Cristo ao Pai... Leia o Pai nosso... Jamais Cristo se submeteria à uma terceira pessoa. Era justamente isto que ele (satanás) sempre quis e quando se retirou disse que por hora bastava (Lucas 4:13 - voltaria com outras táticas) e hoje vence através dos seus novos discípulos que tudo atribui ao ente por ele criado: o terceiro deus (Êxo 20:3).

IV. Atividade dirigida pelo Espírito

A missão suprema de Cristo era "buscar e salvar o perdido" (Luc. 19:10). Isso envolvia a plena restauração da verdade bíblica e demonstração pessoal de sua beleza e poder (veja João 18:37). O Espírito Santo ungiu Cristo para realizar Sua obra com perfeito domínio, habilidade e plenitude, como grande Médico Missionário que veio para nos salvar do pecado e de toda forma concebível de aflição que abrevia a vida (veja Atos 10:38). Por causa da absoluta submissão de Cristo à vontade de Deus e de Sua plena obediência à Sua Palavra, o Espírito Lhe foi concedido sem limites (veja João 3:31-35).

"Cristo veio a este mundo para mostrar que, mediante o recebimento de poder do alto, o homem pode levar vida imaculada. Com incansável paciência e assistência compassiva, ia ao encontro dos homens nas suas necessidades. Pelo suave contato da graça, bania o desassossego e a dúvida, transformando a inimizade em amor e a incredulidade em confiança ....

"Ao som de Sua voz, fugia do coração o espírito de avidez e ambição, e os homens levantavam-se, libertos, para seguir o Salvador." - Ellen G. White, Refletindo a Cristo, pág. 35. "Onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade" (II Cor. 3:17).

NOTA Escola Sabatina: Por esta causa, me ponho de joelhos diante do Pai, ... para que, segundo a riqueza da sua glória, vos conceda que sejais fortalecidos com poder, mediante o Seu espírito no homem interior; e, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor, a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus. Efésios 3:14, 16-19.

V.  Poder de ressurreição pelo Espírito

Às muitas referências bíblicas de que o Pai ressuscitou Cristo (veja Atos 2:24 e 32; 3:15 e 26; 4:10; 5:30; 13:30-37), Pedro acrescenta que Cristo foi "vivificado no Espírito" (I Ped. 3:18; compare Rom. 1:4; 8:11). Esse texto afirma novamente a intimidade com que o Pai e o Espírito trabalharam unidos em todos os aspectos da vida e do ministério de Cristo, desde o nascimento até a ressurreição. Deus deseja ter essa mesma intimidade conosco desde o novo nascimento até a glória final (veja Efe. 1:17-19; Rom. 6-8).

NOTA Escola Sabatina: Rom 8:9 Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. Paulo está falando de um terceiro deus?

"Cristo tornou-Se uma mesma carne conosco, a fim de nos podermos tornar um espírito com Ele. É em virtude dessa união que havemos de ressurgir do sepulcro não somente como manifestação do poder de Cristo, mas porque, mediante a fé, Sua vida se tornou nossa. Os que vêem Cristo em Seu verdadeiro caráter, e O recebem no coração, têm vida eterna. É por meio do Espírito que Cristo habita em nós; e o Espírito de Deus, recebido no coração pela fé, é o princípio da vida eterna." ­ Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, pág. 388.

NOTA Escola Sabatina: Para Lucas o Espírito Santo era o próprio Cristo: Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual Ele comprou com o Seu próprio sangue -  Atos 20:28

 

ESTUDO INDUTIVO DA BíBLIA

Textos: Mateus 4:1; 3:17; 17:20; Lucas 1 :35; 3:22

1. Descreva o papel do Espírito Santo na vida e no ministério de Jesus. Como se assemelha ao papel do Espírito Santo na vida de um cristão? Em que sentido é diferente? Por que foi necessário que Jesus, sendo Ele mesmo a manifestação de Deus, dependesse do Espírito Santo?

NOTA Escola Sabatina: No ministério de Jesus o próprio Pai, em espírito (João 4:24) atuava em Sua vida e hoje, após a Glorificação de Cristo, conforme a Sua promessa (João 14:3), Jesus está atuando em nós... Apoc 3:20.

2. A entrada de Jesus no mundo pelo nascimento virginal foi realizada pelo Espírito Santo. Por que foi necessário isso? Que lições espirituais podemos aprender do papel do Espírito Santo no nascimento de Jesus e do próprio nascimento de uma virgem?

NOTA Escola Sabatina: Quem é o Espírito Santo, senão o DEUS único que habita em nós.. João 14:17.

3. Somos informados de que Jesus era guiado pelo Espírito Santo. Mas normalmente pensamos no Espírito Santo como sendo um dom para a Igreja, a partir da era apostólica. Como podemos conciliar as menções do Espírito Santo na vida de Jesus - e nos tempos do Antigo Testamento - com as declarações de Jesus, e de outros na Bíblia, de que o Espírito Santo Se tornaria conhecido depois da partida de Cristo? Podemos supor que os apóstolos, e outros daquele tempo, estavam familiarizados com o conceito do Espírito Santo? Explique sua resposta.

NOTA Escola Sabatina: Jamais os apóstolos tiveram dúvidas sobre o DEUS único pois eram e após Jesus, continuaram monoteístas... Portanto, o único Guia de Jesus era o Seu próprio Pai que esteve presente (em espírito) em Seu batismo e hoje, através de Cristo (em espírito( continua atuando em nossas vidas...

4. Um detido exame dos evangelhos indica que Deus Pai e o Espírito Santo estiveram ativos na vida e no ministério de Jesus em diferentes tempos e lugares. O que este fato lhe diz sobre a natureza e o caráter do Espírito Santo manifestado na Divindade?

NOTA Escola Sabatina: EXAME DETIDO? Pois ...Respondeu-lhes Jesus: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado; pois ao que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; mas ao que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e ouvindo, não ouvem nem entendem. E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, e de maneira alguma entendereis; e, vendo, vereis, e de maneira alguma percebereis. Porque o coração deste povo se endureceu, e com os ouvidos ouviram tardiamente, e fecharam os olhos, para que não vejam com os olhos, nem ouçam com os ouvidos, nem entendam com o coração, nem se convertam, e eu os cure.  Mat 13:11-15

5. Jesus operava Seus milagres estritamente pelo poder do Espírito Santo. Somos informados de que temos acesso ao mesmo poder, mas raramente - se é que o fazemos - operamos esses milagres, ou os vemos operados por outros. Jesus era diferente neste aspecto? Nesse caso, em que sentido? Ele tinha vantagem por ser Deus, ou estava mais próximo ao ideal de Deus para a humanidade - ideal que, ao menos teoricamente, está ao nosso alcance?

NOTA Escola Sabatina: O poder do Pai operava em Seu Filho! Eis o Pecado Imperdoável - atribuir a obra de Jesus à outrem, o terceiro deus que é mais uma das artimanha de satanás para enredar a muitos levando-os ao lago de fogo, juntamente com ele...

 

TESTEMUNHANDO

Jesus Cristo nasceu na família de um trabalhador - um operário - pelos padrões de hoje. Ele seguia Seu pai terrestre, José, na atividade de construção e se tornou carpinteiro. Jesus trabalhava com madeira. Embora não tenhamos uma idéia das peças que Ele fabricava à mão, podemos imaginá-Lo esculpindo amorosamente um belo pedaço de madeira de oliveira, girando de um lado para o outro a fim de ver como trabalhar melhor com os veios para destacar sua beleza interior. Podemos imaginá-Lo lixando e polindo a peça até que o acabamento estivesse o mais liso possível.

Jesus estimava e respeitava o trabalho manual. Nunca perdia a oportunidade de Se dirigir aos oprimidos de Seu tempo e aqueles que faziam as tarefas mais humilhantes, e erguê-los. Pescadores, fabricantes de tendas, coletores de impostos - todos eram preciosos para Ele. Não tinha vergonha de ser visto com eles; ao contrário, trabalhava em alguns dos corações mais rudes para destacar neles a beleza da santidade.

O exemplo de Cristo demonstra para nós, hoje, que não existe nenhum trabalho, ocupação ou tarefa que seja humilde demais para o cristão. Por exemplo, Ele mostrou que onde quer que estejamos na escala terrestre de riqueza, educação, condição social e assim por diante, somos Seus filhos escolhidos.

Cada dia, os que nos contemplam observam nossas respostas ao emprego, às relações pessoais, situações financeiras e outras mais. Se estivermos constantemente nos queixando de nossa má sorte, do magro contracheque, do chefe difícil, dos maus políticos, do professor inflexível dos nossos filhos, ou qualquer outra coisa que nos incomode, outros terão dificuldades em ver Cristo refletido em nossa vida. Ainda assim, estaremos testemunhando - mas não de maneira positiva, afirmativa. Se não formos cuidadosos, nosso comportamento pode realmente desencorajar ainda mais alguém que já esteja passando por dificuldades.

Devemos sempre nos lembrar de que nosso comportamento precisa refletir o de Cristo - positivo em pensamentos e em ações. Desta forma, não só encorajaremos os outros, mas podemos dar a nós mesmos um impulso muito necessário!

NOTA Escola Sabatina: Que história linda! Procurei mas não a encontrei na Bíblia! Na realidade um texto deste tipo só tem um único objetivo: COMBATER os CONTESTADORES que estudam as Escrituras e encontram a VERDADE (a verdadeira e não a que os nossos líderes tem nos imposto através de lições como esta - deste trimestre e do próximo)!

 

APLICAÇÕES À VIDA DIÁRIA

Ponto de Partida

Comente o significado e as implicações práticas do poder. Consulte um dicionário, se for preciso. Descreva alguém que você considera uma pessoa poderosa. Fale de alguma ocasião em que você se sentiu poderoso. Quais são as principais características do poder? Nossa compreensão de poder é semelhante à compreensão do poder do Espírito Santo?

NOTA Escola Sabatina: Paulo nos responde que o poder de DEUS é a Sua Glória ...e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Rom 1:23

Perguntas para consideração

1. Imagine o encontro de Maria com o anjo. Imagine a cena em detalhes. Agora leia o relato em Lucas 1:26-38. O anjo disse a Maria como conceberia o Messias: "O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a Sua sombra" (v.35, NVI). Tente descrever como isso podia acontecer. Por que este milagre está muito além de nossa capacidade de explicar? O que este fato nos diz sobre o Espírito Santo e um dos maiores milagres - a salvação de um ser humano pecaminoso?

NOTA Escola Sabatina: Maria teve necessidade de explicações? SIM!!! Vamos ler:

...Então Maria perguntou ao anjo: Como se fará isso, uma vez que não conheço varão? Respondeu-lhe o anjo: Virá sobre ti o Espírito Santo, e o PODER do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso o que há de nascer será chamado santo, Filho de Deus. Eis que também Isabel, tua parenta concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril; porque para Deus nada será impossível. Lucas 1:34-37.

E, depois das explicações sobre o poder de DEUS mais o exemplo verídico sobre a sua prima, não teve mais dúvidas e disse:

38 Disse então Maria. Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela... E o autor da Vida já estava nela!!! Difícil de entender? Não!!! Difícil é atribuir a obra de DEUS para uma terceira pessoa.

Portanto, precisamos sim de um "assim diz o Senhor" para aceitar esta doutrina (pagã) da trindade na pessoa de uma terceira pessoa...

2. Tome um momento para lembrar seu batismo ou um batismo que você testemunhou. Compartilhe em classe essas experiências. Que sentimentos e pensamentos os membros da classe tiveram sobre o batismo? Se você tivesse estado no batismo de Jesus, o que teria visto e ouvido? Jesus recebeu a unção do Espírito Santo (veja Mal. 3:16; Luc. 3:22). Por que cada um de nós deve experimentar a presença do Espírito Santo em sua vida?

NOTA Escola Sabatina: Tinham que lembrar disto... Esta é a minha frustração pessoal: Eu não fui batizado em Nome de JESUS (como os apóstolos faziam - e continuaram fazendo por cerca de trezentos anos) mas sim segundo uma fórmula apócrifa que é Mat 28:19... Ainda serei batizado em Nome de Jesus e neste dia, estarei separado ao Senhor, recebendo o verdadeiro dom do espírito!

Pergunta de aplicação

Quando estava falando com Nicodemos, Jesus disse: "Ele [Deus] dá o Espírito sem limitações" (João 3:34, NVI). Por que este conhecimento era importante para Nicodemos e é importante para nós? Pense em João 3:3-8. Que barreiras nos impedem de receber o Espírito Santo e agir conforme Sua direção e poder? Em um período de oração, em grupo ou individualmente, peça a unção do Espírito Santo sobre você, sua classe ou a família de sua igreja para o serviço de Deus. Esteja preparado para agir sob Sua direção de formas diferentes de sua rotina habitual.

NOTA Escola Sabatina: Interessante esta citação de João... Talvez seja por isto que, inconscientemente, ouço orações pedindo uma "porção dobrada" do espírito (uma pessoa em dobro?). Agora, cuidado em suas orações, pois orar ao espírito não tem autorização bíblica. Amém!!!

 

 

Perguntas que  os Adventistas não sabem responder:

8. Se o Pai, o Filho e o espírito Santo são um, porque Cristo omitiu o Deus espírito Santo ao referir-se a unidade que existe entre os membros da divindade?

“Não crês que Eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras.” - João 14:10.

“A fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado, para que sejam um, como nós o somos; eu neles, e tu em mim, a fim de que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim.” - João 17:21-23.

Eu e o Pai somos um.” - João 10:30.

 

      9. Se o espírito Santo é uma pessoa distinta do Pai e de Jesus Cristo, porque Ellen White disse que o espírito Santo é o Próprio Cristo despido da humanidade?

“Impedido pela humanidade, Cristo não poderia estar em todos os lugares pessoalmente, então foi para vantagem deles (os discípulos) que Ele deveria deixá-los, ir para o Pai, e enviar o espírito Santo para ser o Seu sucessor na terra. O espírito Santo é Ele mesmo, despido da personalidade da humanidade e independente dela. Ele Se representaria como estando presente em todos os lugares pelo Seu espírito, como o Onipresente. “Mas o Consolador, O espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito” (João 14:26). “Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei” (João 16:7).” - Manuscripts Releases Volume14, pág. 7.

 

     10.  Se Cristo é o Deus eterno como crêem os trinitarianos, não poderia morrer, então porque a Bíblia afirma taxativamente que Cristo morreu e que Deus, o Pai o ressuscitou?

“Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.” - Romanos 5:8.

“Paulo, apóstolo, não da parte de homens, nem por intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos.” - Gálatas 1:1.

 

      11. Se Cristo é o próprio Deus eterno, porque o livro de Atos afirma que Cristo, além de ser ressuscitado por Deus Pai, foi elevado a Príncipe e Salvador?

“O Deus de nossos pais ressuscitou a Jesus, ao qual vós matastes, suspendendo-o no madeiro. Deus com a Sua destra o elevou a Príncipe e Salvador, para dar a Israel o arrependimento e remissão dos pecados.” - Atos 5:30 e 31.

 

     12.  Sendo que segundo crêem os trinitarianos, o espírito Santo é uma pessoa e é Deus, porque Cristo não menciona esta pessoa ao afirmar que nossa salvação está em conhecermos a Deus Pai e a Jesus Cristo a quem Ele enviou? O “Deus espírito Santo” não tem participação em nossa salvação?

“Tendo Jesus falado estas coisas, levantou os olhos ao céu e disse: Pai, é chagada a hora; glorifica a teu Filho, para que o Filho te glorifique a ti, assim como lhe conferiste autoridade sobre toda a carne, a fim de que ele conceda a vida eterna a todos os que lhe deste. E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” - João 17:1-3.

  

      13.  Se Deus é uma trindade como afirmam os trinitarianos, porque João afirma que a nossa comunhão é somente com o Pai e com Seu Filho Jesus Cristo?

“O que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho, Jesus Cristo.” - I João 1:3. 

 

      14. Se o espírito Santo é uma pessoa e é Deus, como crêem os trinitarianos, porque Paulo afirma que devemos dobrar os joelhos ao nome de Jesus para glorificação de Deus o Pai? O Deus espírito Santo não merece ser glorificado?

“Para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.” - Filipenses 2:10-11. 

 

CONTINUA...

Saiba mais em:

A Verdade Acima de Tudo!
 

ATENÇÃO!!! ATENÇÃO!!! ATENÇÃO!!! ATENÇÃO!!! ATENÇÃO!!!

CARO IRMÃO, COMO ESTAS LIÇÕES ESTÃO SENDO PUBLICADAS COM BASTANTE ANTECEDÊNCIA, VOCÊ PODERÁ ENVIAR COLABORAÇÕES QUE SERÃO INSERIDAS NO TEXTO. CASO NÃO DESEJE QUE A SUA COLABORAÇÃO SEJA IDENTIFICADA, NOS COMUNIQUE QUE A PUBLICAREMOS COMO "COLABORADOR ANÔNIMO". QUE DEUS NOS ABENÇOE EM NOSSA BUSCA PELA VERDADE. AMÉM!

OBS: USE O E-MAIL ABAIXO

Index